Henrique Meirelles

EmpresaEstado de São Paulo
CargoSecretário de Estado da Fazenda e Planejamento de São Paulo

Atual Secretário de Estado da Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles é engenheiro formado pela USP, com mestrado em economia e administração pela UFRJ. Foi o presidente do Banco Central que ficou mais tempo no cargo, entre 2003 e 2011, um período de crescimento econômico, geração de empregos e controle da inflação.

Entre 2016 e 2017, comandou o Ministério da Fazenda, tirando o Brasil da maior recessão da história e promovendo avanços institucionais, como a limitação dos gastos públicos, a nova Lei das Estatais e a reforma trabalhista.

No setor privado, trabalhou por 28 anos no BankBoston, chegando ao posto de presidente mundial do banco, único brasileiro a atingir esse nível de direção na história.

Também foi chairman do banco de investimentos Lazard Americas e senior advisor da gestora global KKR. Fez parte dos conselhos de administração do Lloyds of London e da Azul Linhas Aéreas, além de outras empresas como a Raytheon Corporation, Bestfoods, Champion International, BankBoston Corporation e FleetBoston Financial.

Meirelles também orientou a construção da plataforma digital do Banco Original, além de ter participado dos conselhos da Harvard Kennedy School of Government, da Sloan School of Management do Instituto de Tecnologia de Massachussetts (MIT) e da Carroll Scholl of Management do Boston College.

É presidente-fundador da Associação Viva o Centro, de São Paulo, cuja missão, desde 1990, é a revitalização do centro da cidade. Foi presidente da Associação Brasileira de Empresas de Leasing e da Associação Brasileira de Bancos Internacionais.

Em 2002, foi eleito o deputado federal. Em 2018, concorreu à Presidência da República pelo MDB.

Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo

Alinhada aos mais modernos conceitos e práticas de gestão pública, a Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo busca permanentemente o aprimoramento da prestação de serviços de qualidade ao cidadão, seja de forma presencial ou oferecendo tecnologias de ponta em sistemas eletrônicos e serviços digitais online. É atribuição da pasta a arrecadação dos tributos estaduais, entre eles o ICMS, IPVA e o ITCMD, a gestão financeira, o controle da execução orçamentária da administração estadual, a definição e o estabelecimento da política e da administração tributária e financeira; o controle interno do Poder Executivo; a gestão de compras e serviços do Estado; a administração da área previdenciária e de fomento do Estado. Também estão a cargo do titular da Fazenda e Planejamento a coordenadoria dos Conselhos de Parcerias Público-Privadas (PPPs) e de Desestatização.